top of page

DANIELA
STIRBULOV

Portfólio
Biografia

Bio

Daniela Stirbulov é diretora teatral e atriz de São Paulo - SP.

É Mestre (MA) em direção teatral pela University of Essex (Londres); Graduada em artes cênicas pela Universidade de São Paulo; e Formada pelo Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI. Ela orgulhosamente faz parte do Young Vic's Directors Network e participou do Grupo de Estudos de Teatro Musical da ECA-USP.

 

Assinou a direção dos espetáculos Menino Maluquinho, o musical em parceria com Ziraldo (2014) e Loucas de Pedra de Emílio Boechat (2016); Dirigiu com Ivan Parente O Mágico di Ó de Vitor Rocha e arranjos de Marco França (2019); Dirigiu com Luciana Ramanzini As Centenárias, uma livre adaptação do texto de Newton Moreno (2019); Junto com Fernanda Chamma dirigiu Os Dez Mandamentos, o musical de Emílio Boechat, Marilia Toledo e músicas de Wladimir Pinheiro (2016); Heathers de Laurence O'Keefe e Kevin Murphy (2019); João e Maria, o musical assinando também texto, com músicas de Fred Silveira e Willian Sancar (2022); Foi diretora de alguns episódios da série Home Office disponível na Amazon Prime (2020); Assinou a direção da peça Nu de Botas, das linhas às luzes - baseado no livro de Antônio Prata (2022-2023); Dirigiu as leituras dramáticas Beginning de David Eldridge (2021) e Um Elvis de Bruno Cavalcanti (2021). Assinou a direção de It's Me: Elton de Pedro Ruffo (2023)  e do clássico Arsênico e Alfazema de Fredi Kleemann (2023). Foi codiretora e diretora residente do musical Ney Matogrosso - Homem com H de Marilia Toledo e Emilio Boechat (2022-2024) e Silvio Santos vem aí, uma comédia musical de Marilia Toledo e Emílio Boechat com músicas de Marco França (2020-2024).
 

Foi assistente de direção e diretora residente de diversos musicais incluindo Cabaret de Joe Masteroff, Fred Ebb e músicas de John Kander (2024); A Christmas Carol adaptação de Daniela Cury do conto de Charles Dickens (2019);  Memórias de um Gigolô de Miguel Falabella e músicas de Josimar Carneiro (2015); The Looney Tunes Live (2013); O Peixonauta, e o caso da grande chuva (2010); Cocoricó, o show (2011); entre outros.

 

Em Londres, assinou a direção de Kill Them de Otto English (Canal Café Theatre - 2018); fez assistência de direção para Sundowtown, a new musical de Adam Wachter (Tristan Bates Theatre - 2018) e Antony&Cleopatra de William Shakespeare (Stockwell Playhouse - 2018).

Fez estágio em direção com Antônio Abujamra em O Escrivão (2007) de Marilia Toledo; com Antônio Araújo e o Teatro da Vertigem na ópera Dido e Eneas (2009) de Henry Purcell; e com Marco Antônio Braz em Contos de Clarice de Clarice Lispector (2009).

 

Dirigiu trechos de obras consagradas durante o Mestrado como Constellations de Nick Payne, Next to Normal de Brian Yorkey e Tom Kitt, Attempts on Her Life de Martin Crimp, Woyzeck de George Buchner, além da versão inglesa Wedding Dress de Nelson Rodrigues. Outros créditos como diretora durante seu curso de graduação são A Gaivota de Anton Chekhov, Leques Trocados de Yukio Mishima, A Morte de Danton de George Buchner, e Hamlet de William Shakespeare.

Coordenou o projeto jovem Terceiro Sinal de estudos de interpretação de Teatro Musical produzindo e dirigindo duas montagens inéditas: Mulheres de Sondheim e Sobre o Amor,  baseada nas obras de Stephen Sondheim e Lin-Manuel Miranda respectivamente (2019). 

É sócia-fundadora junto com Velson D'Souza do Espaço Co.Lab, lugar de treinamento, prática, colaboração e criação artística, onde coordena o Grupo de Estudos Direção Teatral.

Como atriz, trabalhou com diretores renomados como Kléber Montanheiro (A Odisseia de Arlequino e De Vita Sua), Lavínia Pannunzio (Três Mulheres Baixas), Zé Henrique de Paula (Fogo Azul de um Minuto), Lígia Cortez (Contos de Machado), Amauri Falseti (A Flauta Mágica e O Inspetor Geral), Marcelo Galdino (Hoje É Dia de Rock) entre outros.

Foi produtora de casting do reality da Tv Cultura Talentos e Cultura, o musical; assistente de casting dos musicais HairSpray Brasil (2024) e Cabaret (2024) preparadora de elenco de voz original do filme de Alê Abreu Perlimps; além de preparadora de elenco de eventos corporativos. 

Foi vencedora como diretora do Prêmio ACESC de Melhor Direção e Melhor Espetáculo em 2016 (Loucas de Pedra) e indicada em 2019 (As Centenárias); e vencedora como atriz do Prêmio FEMSA de Melhor EspetáculoPrêmio APCA de Melhor Elenco em 2009 (A Odisseia de Arlequino).  

GRUPO DE ESTUDOS

Saiba mais sobre o GRUPO DE ESTUDOS Direção Teatral - Processo e Experimento ministrado pela Daniela Stirbulov no ESPAÇO Co.LAB

Contato

Daniela Stirbulov
DRT: 34035

daniela.stirbulov@gmail.com
Cel: +55 11 981116907

Contato
bottom of page